sábado, 26 de novembro de 2011

Acordei largada no tapete da sala, alguém me esbofeteava, assim que abri os olhos vi bob Marley estava ali. “não era tu quem queria salvar o mundo?” me perguntava com indignação, estapeou-me outras duas vezes seguidas, fazendo me acordar para a sujeirada toda que tinha causado com meu próprio corpo, “levanta menina, não te deixar abater, fazer-te de mártir ou carrasco para si própria não vai ajudar-te acorda pra vida, acorda pra viver” tentei explicar mas ele não quis ouvir, colocou os dedos em meus lábios e continuou ” cadê o amor, cadê a vontade, não era você quem iria salvar o mundo?” ele não explicava, apenas dizia, me constrangia com a desistência, a falta de persistência. Assim que me virei ele não estava mais lá. Levantei, e fui viver.

Mylena

Nenhum comentário:

Postar um comentário