segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Um adeus.

Eu tô postando isso em todos os blogs que eu fazia parte, porque eu decidi que se vou fazer um blog, vai ser sozinha. 
Nada contra quem "trabalhou" comigo esse tempo todo, aliás, Kris, Bruno, My, e todo mundo que esteve ao meu lado em todas minhas ultimas "Tentativas Vãs" de blog, eu amo vocês, e sou muito grata por tudo. Mas no último blog que participei, apenas eu postava, e percebi que não preciso de mais gente num blog, se apenas quem vai postar sou eu.
Aí eu posso decidir as coisas sozinha, mudar tudo, e fazer e refazer quantas vezes eu quiser, tudo do meu jeito.
Eu sei que quase ninguém vai ver isso, mas eu queria deixar meu adeus e meu muito obrigada pra todos que me acompanharam até hoje. E vamos ver se meu próximo blog deixa de ser uma Tentativa Vã e se torna algo mais concreto. 
Boa sorte pra mim, boa sorte pra vocês. 

sábado, 7 de janeiro de 2012

Pretty Little Liars


Primeiramente, me desculpem por não aparecer aqui. Essa série viciante sobre a qual o post vai falar, mais arrumação das minhas coisas, mais o meu livro e meu celular novo, me deixaram um tanto sem tempo pra sequer pensar no que escrever. 
Qual foi a ultima série sobre a qual falamos, Glee? Nossa, faz muito tempo. E eu sei que PLL (sigla de Pretty Little Liars) já é um tanto "antiga", mas tem gente que não a conhece ainda, e por isso, e por causa do meu vício, decidi falar sobre ela hoje. 
A série começa com a volta de Aria, uma das quatro amigas, a da direita, do canto, que passou um ano longe, após o sumiço da melhor amiga dela, Alison. Alison também era melhor amiga de Emily (que está ao lado de Aria), Hannah (a loira ao lado de Emily) e Spencer.
As cinco eram inseparáveis, e supostamente contavam tudo uma para as outras. Mas não era bem assim, na verdade, Alison sabia os segredos de todas, e nenhuma delas sabia segredos de Alison, a não ser Spencer. 
Bem, depois da polícia achar o corpo de Alison em baixo da varanda de sua antiga casa, que estava em construção na época, e onde mora atualmente a família de Maia, as meninas começam a receber estranhas mensagens de alguém denominado "-A", que misteriosamente sabe de seus segredos que só a falecida Alison sabia, e sabe de seus passos, inclusive chantageando-as com isso. Além disso, esse ou essa "-A", que até agora não sabemos quem é, mostra pras garotas alguns segredos (um tanto podres) da vida de Alison que elas desconheciam totalmente, como por exemplo, o namorado misterioso que ela tinha antes de morrer, que se torna um dos suspeitos. 
A série fica cada vez mais instigante quando você vê que Jenna, que é praticamente a suspeita numero 1 de ser "-A", e que tem motivo para fazer isso: se vingar das garotas que por acidente deixaram-na cega, começa a se encontrar com outros suspeitos. E é claro que, se for Jenna, ela não pode estar fazendo isso sozinha, a não ser que não seja realmente cega.
Bem, eu não posso afirmar muita coisa, pois estou assistindo online - se quiserem depois eu passo o site - e ontem à noite eu acabei a primeira temporada, e ainda não me deu tempo de começar a segunda, mas eu estou louca para continuar vendo, e tentar descobrir quem é "-A" e porque ela está fazendo isso.

E vocês, assistem PLL? O que acham? Tem outra série pra me indicar? Comentem!

sábado, 31 de dezembro de 2011

Novo Layout + Post de Ano Novo!


Primeiramente, e bem rápido, na verdade, o que acharam do novo layout de Ano Novo? Talvez ele dure bastante, até porque eu tenho muita preguiça de ficar fazendo layouts sempre, e não tenho tanta criatividade assim pra inovar, tanto que esse não ficou lá grande coisa. Bem, comentem. 


Outra coisa, estou vendo matérias e mais matérias em blogs, sobre listas de Ano Novo, sobre fazê-las ou não fazê-las, e sinceramente, eu nunca fiz. Não é que não acredito, é que comigo não funciona. 
Não consigo seguir regras, gosto de criar coisas novas. Principalmente papeis, aqueles que você cola na parede, ou tem na agenda: "de tal horas à tal horas, vou fazer tal coisa", isso comigo não funciona. 
Mas tem algo que eu gosto muito, que fizeram comigo na escola esse ano, e que eu vou tentar. Escrever coisas que você quer fazer, bem no estilo das listas mesmo, mas guardar, e só ver no fim do ano. 
Aí, você faz um balanço da sua vida, vê o quanto o ano valeu à pena e tudo o que você queria fazer e fez, e faz a mesma coisa pro ano seguinte. 
Na minha lista desse ano, tinha uns "planos impossíveis", tipo "fazer um ano de namoro" (como se realmente dependesse apenas de mim), "ter uma casa" (o que seria mais rápido se os processos no Brasil fossem mais rápidos, ou se meus pais entrassem em um acordo), e mais um monte de coisa que eu mesma não era capaz de fazer. Então vai uma dica: se quer criar essa tal lista, pense em coisas que você pode fazer, como por exemplo: "emagrecer de maneira saudável", "tirar boas notas", "ajudar mais em casa", entre tantas outras coisas que só dependem de você realizar, e não de outras pessoas, porque quando depende de outra pessoa, fica bem mais difícil de realizar. 
Bem, independente de criar a tal lista ou não, faça o ano de 2012 valer à pena. Muita gente pede, escreve nas redes sociais "2012, supere 2011", como se fosse dever de um ano - e o que é mesmo um ano? - fazer sua vida mudar! Se você quer que ela mude, vá você e faça ela mudar, porque ela é sua, e pelo menos 90% das mudanças dela dependem de você. 
Então vá em frente, vá à luta, não espere sentado, porque só o que cai do céu é chuva - metaforicamente falando -, e sua vida não pode parar, porque você não pode deixar de viver, por motivo algum. 

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

A volta da que não foi


Oi, eu voltei. Ou talvez não, porque eu não prevejo o futuro.

Desde que a Kris saiu, o TV tá parado, né? Até parece que nós três não temos a senha, sabe? Então, o meu problema é: bloqueio criativo. Mentira, é preguiça mesmo, a preguiça está me matando, e eu decidi reescrever meu livro, então estou meio sem tempo de criar coisas aqui pro Tentativa Vã. Mas também, com tanta pouca gente acessando, cadê a vontade de postar? Some.
A gente cria um monte de coisa, mas pra quê se no final ninguém vai ver? Por exemplo, eu ia dar um presente de Natal pra vocês aqui pelo blog e tudo mais, mas com tão pouco acesso, não ia ter graça, então eu desisti, e vou ficar com ele pra mim. 
A vida de ninguém tá fácil, a minha então, mas não vou usar o TV pra desabafar, porque ele não foi criado com esse intuito. Bem, o que eu tô querendo dizer é: sem incentivo, ninguém vai pra frente, os sonhos vão morrendo, a fé vai acabando. Isso vai contra tudo o que eu disse, mas é verdade. 
Eu não queria que o TV acabasse assim como o Whispers acabou, eu tinha tantos sonhos pra ele, e do nada, tudo desmoronou, e eu não quero o mesmo pro TV. Mas do jeito que tá, dá? Me respondam vocês, se é que alguém vai ler, vocês conseguiriam ficar com um blog que ninguém lê por muito tempo? Vamos fazer quatro meses dia 5 de janeiro, e aí? Aí que não conseguimos passar dos 11 seguidores e de, sei lá, 30 visitas diárias, em média. 
Eu posso tentar pensar em coisas novas nessas férias e tudo mais, mas sem a ajuda do Bruno, da My, da Julia e da Carol, e agora acho que da Vi, que talvez entre pra equipe, não sabemos, e sem visualizações, eu vou me cansar, vou desistir novamente e tudo mais, e eu não quero isso.
Bem, prometo tentar escrever coisas novas pra cá, ok? 
E comentem contando como foram seu Natal, e quais são seus desejos de Ano Novo. 

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Despedidas


Ae galera, bom dia.
Acordei cedinho (eu sempre acordo cedinho) para fazer esse post.
Estou me despedindo do TV por tempo indeterminado. A Isa perguntou ontem, e eu respondo aqui também: decidi no ultimo fim de semana, quando quase morri de inanição por ter passado tres dias trabalhando sem parar. O TV toma muito do tempo que não tenho, e então decidi que está na hora de parar.

Mylena, Bruno e Isabella: foi muito bom trabalhar com vocês, sério. Espero que quando forem maiores possam vir aqui em casa para tomarmos uma coca-cola! Julia: Nem vi um post seu ainda, mas confio que sejam bons...

Galerinha, boa sorte com o blog e podem ter certeza de que vou continuar divulgando!

Cuidem-se e não desanimem!


Carinhosamente, 
Kris

domingo, 11 de dezembro de 2011

Consultas Médicas no SUS? Desista.


Oi. É to indignada mesmo. Vou contar por que... Está com tempo? A história é longa e eu espero sinceramente não morrer enquanto escrevo isso. Drama? Não, é sério. 
Estou a uma semana sendo acometida por fortes dores de estômago e de cabeça e pelo que eu saiba, isso pode ser qualquer coisa, desde gripe até meningite. Tive pesadelos essa noite e acordei com a pressão muito baixa, os olhos ardendo e os pulsos travados; honestamente, eu não conseguia nem me levantar. Sério. Parece que estou exagerando, mas não é bem assim.
Meu pai me levou no posto de saúde central por que eu estava com muita febre mas até aí beleza. Nem tinha tanta gente assim no posto do SUS e então não demorou muito para que me chamassem.
Quando entrei no consultório, me assustei. Havia cinco médicos lá dentro, todos sentados e conversando alegremente, como se não houvesse um menino de três anos chorando de dores de ouvido lá fora. E pelo que eu saiba, eu tenho direito a privacidade nas consultas. Um dos médicos que conversavam se levantou para me atender e então lhe contei que sentia fortes dores de cabeça e no estômago, que minha pressão não estava la muito boa e que antes de sair de casa havia medido minha febre e estava bem alta. Uma outra médica se levantou para medir minha febre e só. Sim, só isso mais nada.
O médico que me atendia olhou bem sério para mim e começou a prescrever remédios que quando cheguei em casa percebi que não tinham nada a ver com a dor que sentia.
O homem não mediu minha pressão, nem olhou meus pulsos travados, nem minha garganta, nem meus olhos, nem meu coração nem nada que tivesse que ver. Só simplesmente me transcreveu remédios e disse: "Se não melhor, vá ao hospital" Pronto, só isso, mais nada. E me mandou embora.

Minha indignação não é o fato de ter me dito isso e me transcrevido remédios nada-a-ver-com-a-vida. Minha indignação é por que pessoas morrem todo dia por falta de qualificação na saude publica. Minha indignação é por que os médicos simplesmente são pagos para te fazer viver, não para dar palpites.

Queridos médicos, se vocês lerem isso, por favor, coloquem a mão na conciência e pensem que TODA a população confia em vocês e se continuarem dessa forma, não vai dar certo. 

Indignadamente,
KRIS

Roupa nova+Desculpas


Gostaram do novo Layout natalino do TV? Então, porém, tenho uma notícia ruim. Todo o menu no cabeçalho está desativado - por enquanto -, porque o site que eu uso pra fazer mapeamento de imagem está desativado. Então todas as páginas se encontram na lateral, logo após o nosso "antes", ok?
Ah, e as desculpas é sobre o conto que eu estava fazendo, e parei na metade. Eu estou realmente chateada de tê-lo parado, porém, estou com um horrível bloqueio criativo, e não estou conseguindo continuá-lo. Temos duas opções, pará-lo, e vocês esquecem que uma vez ele existiu, ou esperamos os deuses devolverem minha criatividade para que eu o acabe, mesmo que isso demore uma eternidade. Vocês podem opinar nos comentários, ok?
E aproveitem pra me dar idéias de posts de Natal pra eu fazer, porque graças aos deuses (você me paga, Nyx!), eu não estou conseguindo criar nada além de frases-conselhos que eu dou pros meus amigos e depois passo-as no Tumblr. Ah, e aguardem, pra essa semana eu prometo uma Wish List incrível e lotada de coisas!