segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Aspas: Não é apenas "não".

As pessoas hoje em dia estão vivendo à custa da vida das outras. Bem, não todas, é claro, não podemos generalizar nunca, mas as pessoas fazem questão de deixar sua vida de lado para ir cuidar da do outro. E não é necessário pesquisa de IBGE para demonstrar isso, está na cara, nas ruas e na internet, está em todo lugar, claro, e só não vê quem não quer.
Posso ser leiga no assunto, mas posso supôr um motivo para tanto interesse na vida dos outros: a educação.
Não, não a educação que se recebe na escola de 1+1=2. Falo da educação em casa, dos valores éticos e morais, dos princípios, de tudo que está se perdendo hoje em dia. Televisão, internet podem até ser agravantes, mas não são os principais causadores.
O que causa tudo isso é o distanciamento, é o afastamento dos pais desde sempre dos filhos, substituindo carinho e atenção por bens materiais e não estipulando aos mesmos limites. 

Limites, os tão conhecidos limites. Dizer não é um deles. "Não" não é apenas "não", é parte de construção de boa educação.  Até dar palmadas - educativas, não criminosas - é algo que dará "caráter" ao teu filho. Se ele souber os motivos das punições, não repetirá os mesmos erros. É assim até com cachorros, porque não seria com crianças?
E os adolescentes de hoje não tem mais isso. Está perdendo-se a moral, os costumes, o caráter, a ética. Está perdendo tudo que um dia já foi importante.
Tomo por exemplo aquele caso de pai e filho que, ao se abraçarem, apanharam, sendo pré-acusados de homossexualismo por pessoas sem limites que acham que podem fazer o que bem quiserem. E essa história repete-se todos os dias, em maior ou menos caso. 
Digo isso pois ouço casos de homofobia com frequência, presenciando um hoje mesmo. 
E qual o motivo de tanta ignorância? Desde quando abraçar suas melhores amigas virou sinal de homossexualismo? Sim, fui chamada de lésbica após abraçar uma amiga!
As pessoas devem urgentemente rever seus conceitos, e mudá-los. 
E eu, leiga em psicologia, vejo uma possível justificativa para esse fato, que vi, há algum tempo atrás, ser confirmada por pesquisa: os homofóbicos tem tendência à homossexualidade e escondem isso atrás dessas "máscaras" e desses atos de pura covardia contra homossexuais que tem coragem para se assumir, para mostrarem quem realmente são.
Cada um do mundo pode e deve fazer alguma coisa - a sua parte -  antes que seja a gota d'água e tudo se exploda definitivamente. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário